O surpreendente mistério da vida...


Em nossas vidas, muitas vezes, não sentimos firmeza no chão em que pisamos, e isso pelo menos em mim causa um enorme desconforto.
Me lembrei outro dia, da primeira vez que pisei numa sala de Narcóticos Anônimos, meu mundo tinha desabado, haviam pisado no castelinho de areia que eu havia construído e eu entrava naquela sala com o espiritual e o emocional totalmente abalado, eu acompanhava meu marido (hoje ex), um grande amigo da familia havia nos sugerido aquela sala, ele mesmo já havia frequentado NA.

Acho que nunca orei tanto para alguém levantar o bracinho na 3ªtradição como orei para que meu familiar o levantasse naquele dia. E ele levantou, naquele momento achei que todos meus problemas haviam se resolvido. Ao final daquela espetacular reunião, um companheiro de NA veio falar comigo, me contou que havia uma reunião para familiares e que ela se chamava NAR-ANON.

Cheguei a me ingressar, mas o chão naquela época estava tão fofo que eu corri, voltei a me ingressar uns meses depois, e me lembro que no primeiro dia, me sugeriram voltar mais 6 vezes para que eu entendesse bem o que eu estava fazendo ali, na sexta vez eu ainda sentia o chão fofo, aliás eu ainda me sentia desconfortável, eu ainda chorava muito e a dor de ter um familiar adicto ainda doía muito, ainda mais porque nessa época ele já havia sido internado.

Mas ao chegar naquela sala pela sexta vez, naquele dia, meu desconforto foi muito maior, eu me sentia inadequada e achva que as pessoas ali não entendiam minha dor, que nem ao menos elas se importavam comigo,  me prometi que aquele dia seria o ultimo que eu entraria numa sala de Nar-Anon, afinal eu não ia arregar no ultimo dia, entrei, e me surpreendi quando os companheiros me cumprimentaram pelo meu nome, perguntaram se eu estava bem, perguntaram da minha filha.... "Puxa vida, eles realmente sabem meu nome, se importam comigo!" .... Comecei a perceber que ali, eu não era a "esposa de um adicto em recuperação", ali eu realmente era "Cicie, uma nar-anon em recuperação", ali pouco importava se meu familiar estava em recuperação, limpo, ou na ativa, ali as pessoas se importavam comigo, se importavam se eu estava bem, se eu precisava falar, se importavam em me fazer sentir amada.
Minha vida tem dado muitas reviravoltas, eu me separei, eu namorei, eu terminei, e mesmo assim, toda vez que sinto o chão fofo de novo, eu corro lá, vou receber uns abraços e ouvir que eu sou importante sim!

Cada vez mais, acredito que esse programa é espiritual, alguns dias atrás, um grande amigo me convidou para a troca de ficha dele em NA (troca de ficha é quando um adicto em recuperação está limpo e sereno por x dias), naquele dia mais uma vez eu orei para que alguém em especial levantasse a mão na 3ªtradição, ele não levantou, mas não faz mal, hoje eu sei que cada um tem seu tempo, essa pessoa era um amigo que da minha adolescência, a gente se conhece à uns 18/19 anos, e fazia uns 7 anos que eu não o via, e tinha noticias que as coisas não estavam muito bem lá, onde eu fui criada, mas também sabia que eu não salvava mais ninguém, então o jeito foi sempre esperar, e graças a esse programa eu já ví alguns amigos de infância chegarem, e ficarem limpos.

Na mesma semana, fui para o grupo que eu frequento, pude ver os velhos amigos, amigos de jornada, amigos que por muitos dias me viram chorar, me viram sorrir, me viram explodir de raiva, me viram falar demais e que pouquíssimas vezes me viram não dizer nada (porque eu falo mais que o "homem da cobra", rs), amigos esses que me conhecem e que dividiram comigo suas vidas, suas alegrias e suas dores e os quais eu também dividi muita carga pesada! Pude também conhecer pessoas que eu ainda não conhecia, pude dizer a elas que eu já as amava de uma forma muito especial, de uma forma incondicional.

Poder ouvir mais uma vez : "CONTINUA VOLTANDO QUE FUNCIONA! O SEGREDO ESTÁ NA PRÓXIMA", poder chorar mais uma vez de alegria, gratidão, e me identificar novamente com cada partilha!

Vocês não tem idéia do poder que isso tem em mim...

Quando ouço "Continua voltando que funciona!" de cada companheiro, me sinto protegida, sei que sempre que precisar, eu terei alguém para me apoiar, não me sinto mais sozinha, não sinto mais medo, sei que meus passos podem não ser tão firmes quanto eu gostaria, mas sei que caso eu me desestabilize não preciso temer, eu tenho um lugar para voltar e buscar o segredo!

O grupo me ensinou que sentir medo, angústia, remorso, e insegurança é normal, já aceitar qualquer coisa não, eu mereço o melhor! O melhor para mim!!! Eu tenho o direito de me proteger, tenho o direito de afastar de mim as coisas que não me fazem bem, e de aceitar s que fazem!

Hoje, sei que algumas escolhas que pareciam incoerentes aos outros, e as vezes até a mim mesma, fazem todo sentido agora! Se eu tivesse feitos escolhas diferentes, eu não teria passado por um bocado de coisas, nem ruins e nem boas, tenho plena consciencia hoje, de que as boas superaram as ruins.

Foram as minhas escolhas, que me ensinaram a amar, descobrir o amor incondicional, fazer amizades sólidas, conhecer pessoas incriveis, redescobrir outras, se aproximar de algumas e me surpreender a cada dia!!! Mas isso é assunto pra outro dia... rs

"O segredo está na próxima...!"


Amo vocês... Incondicionalmente!!!!



3 comentários:

Kel disse...

linduuu me emocionou...bjus

Poly P. disse...

Estou nessa fase do "esperar o tempo dele", e ainda hoje preciso me agarrar aos lemas e aprendizados que tive nessa família tão acolhedora, chamada Nar-Anon, para não carregar sobre mim responsabilidades que não me pertencem. Lá foi o primeiro lugar na vida que não precisei de máscaras, e que, ainda assim, fui amada e aceita, assim, como sou... Gratidão sempre! E, se eu não tivesse passado pelo que passei com meu marido, não teria ido a uma sala, não conheceria vocês, e tantas outras coisas não teriam acontecido... Eita Deus maravilhoso!

Emily disse...

Aqui na minha cidade nunca teve Nar anon, sempre frequentei amor exigente, mas confesso que aqui nos blogs ouço maravilhas sobre esse grupo e sempre tive vontade de conhecer, mas ontem fiquei sabendo que a duas semanas começou um grupo aqui as segundas feiras uhuuuu segundona to lá !!!!!

beijo Cicie, te adoro !!

 

··¤(`×[¤Cicie e Ana¤]×´)¤··

"Insanidade é fazer as mesmas coisas, esperando resultados diferentes." Descobrimos que sozinhas não conseguiríamos, mas que com pessoas que buscam as mesmas vitórias, nos sentimos mais fortes,menos solitárias, e mais conectadas com nosso Poder Superior. Um dia de cada vez a gente junta um ano.

Free CSS Template by CSSHeaven.org TNB
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...I