Lema: Vá Com Calma


Parece que estamos sempre correndo, querendo soluções imediatas para os desacertos de nossa vida. Quando chegamos ao Nar-Anon é comum querermos mudanças com resultados rápidos, preferencialmente imediatos. Mas as mudanças têm seu próprio ritmo em cada um de nós . Precisamos de um tempo e um ritmo que é só nosso. Nosso programa de recuperação não é um paliativo para soluções momentâneas; funciona quando procuramos praticá-lo com honestidade e responsabilidade, aplicando seus princípios no nosso dia a dia e em todas as nossas atividades.
Somos pessoas em recuperação de nossa energia, força, alegria e esperança. A recuperação de tudo isso está à disposição de cada um de nós. Requer apenas a certeza de que podemos, por sermos portadores da centelha desse Poder Superior e requer também a certeza de que merecemos, quando, com perseverança e gentileza, continuamos em nosso próprio ritmo a nossa caminhada de recuperação. Apenas precisamos de calma em todo o processo. A pressa pode resultar em frustrações e isso é o que precisamos evitar.
O lema Vá com Calma é um lembrete para que sejamos pacientes, gentis, respeitosos com nosso tempo e com o outro. Tempo e ritmo necessário para atenção, aceitação ou superação de cada dificuldade. Esse tempo de calma, não de calmaria, favorece a reflexão, a conscientização de nós mesmos, do que queremos ou não e do que podemos ou não.
Quando aceitamos e praticamos o Lema Vá com Calma, nos libertamos do enorme fardo de resolver todos os nossos problemas imediatamente. Aprendemos, através da partilha dos outros companheiros de sala, que a nossa recuperação, praticada com honestidade, responsabilidade, calma e no nosso próprio ritmo, nos trará paz, serenidade e um modo inteiramente novo de viver.
__________________________
Aprendi no Nar-Anon que a recuperação é medida no Conta Gotas, e que é um exercício diário de auto-análise, cada dia que me levanto acredito que esse será melhor que ontem, tenho fé de que conseguirei manter a serenidade e a sanidade.
É claro que nem todo dia eu consigo alcançar meus objetivos, e que as vezes os problemas se embolam, nesses momentos me dou o direito a entrar na minha caverna pessoal e tentar entender o cenário que se abriu, fico introspectiva, porque sei que só posso modificar a mim mesma, mas as vezes, ou aliás na maioria das vezes só enxergo as mudanças que o outro deve fazer, por isso me calo, do contrário, sei que vou tentar manipular o outro para que ele seja aquilo que eu quero que ele seja.
O Lema Vá com Calma, me ajuda a analisar o melhor momento de falar, e de calar. A melhor forma de me modificar. E em qual o ritmo devo caminhar.
Quando cheguei no Nar-Anon, e alguns companheiros sugeriram que eu frequentasse algumas reuniões para poder entender como funcionavam as reuniões, eu pensei: "Nossa vou ter que vir durante um mês aqui?", eu queria era que meu problema (que eu achava ser o adicto) fosse resolvido logo, não queria ter que continuar voltando e voltando, eu sequer imaginava que algum tempo depois eu estaria frequentando as reuniões quase que diariamente.
No começo também, eu queria ser como os companheiros mais antigos, era pessoas felizes, centradas, motivadas, amorosas, sinceras, calmas, serenas, e com o dom de ver a vida de uma forma mais complexa. Eu queria era poder ser convidada a falar num grupo, fazer temáticas (palestras), ser "pop star" -ahuahauh- Como eu era ingênua, como eu era imatura!
Só por Hoje, percebo a magia que acontece numa reunião de grupo, só por hoje não julgo o companheiro mais velho ou o companheiro que está fazendo a temática como pessoas melhores que eu, só por hoje eu sei que eles são pessoas que já descobriram alguns segredos a mais que eu, pessoas que conhecem a programação de uma forma diferente que eu, pessoas que usam ferramentas que eu ainda não uso, mas são companheiros normais como eu ou você!
Só por Hoje, eu também não julgo o recém -chegado como pessoa "leiga" , ou menos "sabida" do que eu, e se vocês querem saber: Já houve recém-chegados que me trouxerem em suas partilhas visões de recuperação que eu nunca havia pensado antes, recém-chegados que me ensinaram a trabalhar o meu orgulho, a minha dificuldade de pedir ajuda, e a minha prepotência. Os recém chegados sempre me ajudam a relembrar como eu cheguei, mesmo aqueles que não falam nada nas primeiras reuniões me ensinaram muito.
Lembro especialmente de uma companheira, recém chegada, ela se ingressou, disse só o nome, não quis partilhar, e assim foi na sua segunda reunião, eu cheguei a pensar que ela nunca mais voltaria, imaginava que ela não havia partilhado porque não sentia identificação pelo grupo, mas superando minhas expectativas ela veio a terceira, a quarta, a quinta... veio por quase dois meses nas reuniões e sempre se abstendo de partilhar.
Nesse tempo eu aprendi muito com ela!!! E ela nem falava hein!!!! Aprendi a ficar um pouco de boca fechada, a ouvir mais, antes eu queria sempre falar, sempre cuspir pra fora minha mazelas, e minha doença, com ela, aprendi que colocar a nossa doença pra fora é bom, mas que precisamos preencher nossos ouvidos de recuperação, senão ficamos vazios....
Rs, Lembro do dia em que ela partilhou pela primeira vez... Fui um susto pra todos na reunião, ouvimos a partilha com uma atenção tremenda... e acho que ao final da reunião com tantos abraços que ela ganhou deve ter sido como um segundo ingresso. Amo especialmente essa companheira também!

Amo vcs especialmente, incondicionalmente!!!! Então Vamos todos... Mas Vamos com Calma!!!

4 comentários:

disse...

Aii nem me fala em calmaaa kkkkk...
Tenho que manter a calma,mas não é fácil minha ansiedade fala mais alto!!! Tenho q me controlar hihihi
Otimo post
Te Amo Amoreee

Registrando a Vida disse...

Oi Cicie

Pois é eu to meio sumida do meu blog mesmo,mas é porque eu ainda não consigo controlar meus momentos de mulher furia. ( e nestes momentos é melhor não escrever nada) rsrsrs.
Infelismente não sigo nenhum grupo de ajuda, gostaria muito de estar em algum, mas nem fui procurar um ainda.

estou aprendendo a ter calma comigo mesma e entendendo que vai ser num passo bem mais lento do que eu queria.

Obrigada pelo post
te amo muitão
bjos

VALEU A PENA disse...

Cicie, amo você, sem te conhecer amo você, amo pelo o que você escreve que toca em mim, amo pelo seu senso de humor e amo pq sei que não foi em vão que nos conhecemos via blog... É isso aí, um dia de cada vez, só por hoje sejamos felizes!

Gaby disse...

Quanto mais ficamos ansiosas, e sem paciência, mais afastamos aquilo que queremos perto!
Serenidade é a chave!
Confiança, fé...
Tudo se ajeita na hora que tem que ser, e como tem que ser!
Isso é amar, amar a vida, confiar nela, ter calma e disciplina, Daniel Sam.
Beijo, te amo neguinha!

 

··¤(`×[¤Cicie e Ana¤]×´)¤··

"Insanidade é fazer as mesmas coisas, esperando resultados diferentes." Descobrimos que sozinhas não conseguiríamos, mas que com pessoas que buscam as mesmas vitórias, nos sentimos mais fortes,menos solitárias, e mais conectadas com nosso Poder Superior. Um dia de cada vez a gente junta um ano.

Free CSS Template by CSSHeaven.org TNB
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...I