Ainda dói... Valeu a Pena... Mas Ainda dói...

Voltei Pessoal... Feriado prolongado chuvoso, não botei os pés na praia, voltei mais branca do que fui, mas quer saber? Nem senti falta, o feriado foi MARA! Voltei Pessoal!!! Renovada e Remotivada (?rs?)!!!

Hoje li o post do dia 15/11 do Blog Valeu a Pena da Giu com o titulo AINDA DÓI, pensei em deixar um comentário lá, mas senti a necessidade de partilhar com vocês a minha vivência sobre o assunto e assim como anda minha recuperação.

Nessas ultimas semanas contei ao meu ex marido que eu estava me relacionando com outra pessoa, e desde então ele teve alguns surtos, primeiro ficou calado, e depois então entrou num processo de tentar me reconquistar, pediu uma nova chance e por dias ficou de certa forma me "cercando", ligando, fazendo convites para passeios, nos primeiros dias me senti extremamente mal, e sinceramente fiquei apreensiva em relação a recuperação dele.  Sei que se alguma recaída ou volta ao uso acontecer eu não tenho qualquer responsabilidade, ele também está ciente que se isso acontecer quem vai perder é somente ele.
Mas, desculpem os que conseguem ter tal desprendimento, mas eu não conseguiria, ver meu ex marido,  pai da minha pequena, se matando novamente e não dar a mínima. Muitas vezes eu ainda me sinto afetada pela adicção, quando um amigo recaí, ou quando uma companheira me liga dizendo que seu filho fôra novamente internado eu ainda me sinto afetada pela adicção.
Como a Giu disse em seu post, "eu ainda revivo o passado quando leio ou quando vejo uma companheira sofrendo pela adicção de um ente querido", da mesma forma que ainda me arrepia quando vejo um companheiro de NA partilhando a sua história, ou quando vejo um amigo partilhando o 12º Passo, mas diferente da Giu, em mim dói de uma forma diferente, dói de uma forma que eu sinto uma necessidade enorme de abraçar a pessoa e dizer:
"ESTAMOS AQUI!!!! CONTE COM A GENTE!!!! NÃO SOFRA TANTO!!!! ABRA MÃO DO SOFRIMENTO!!!! MUITOS OUTROS JÁ SOFRERAM ANTES E DESCOBRIRAM UMA FORMA DE SAIR DESTE INFERNO!!!! SIGA OS PASSOS!!!!"

E muitas vezes não percebo que cada um tem o seu ritmo e o seu processo interno de passar pela dor, de superar os traumas. Eu mesma tenho consciência de que sou cheia de traumas, mesmo que eu esteja caminhando a algumas boas 24hs em recuperação ainda tenho os meus deslizes e as minhas recaídas de comportamento. Mas hoje, graças a um Poder Superior da forma como eu O concebo, fui agraciada por amigos que me ajudam demais e com uma pessoa que me ama com paciência.

Esse processo que meu ex marido está vivendo, o de se sentir só, o de sentir que nossa história acabou, ou sei lá, o de perceber que ele não queria que terminasse ou apenas dor de cotovelo, eu já passei a alguns bons meses atrás, dói e é dolorido, porque é difícil depois de 8anos a gente olhar pro lado e perceber que agora é sozinha, que se chorar... vai chorar sozinha,  que das coisas mais complicadas às coisas mais simples ... vai passar sozinha, e que aquele velho relacionamento até que tinha seu lado bom... E é ai que encontramos uma bifurcação, de um lado o caminho de volta à aquele relacionamento que não estava dando certo, e que de certa forma era ainda um relacionamento tóxico e do outro lado o caminho do andar só e se conhecer só!
Eu optei pelo segundo, fui buscar amigos afastados, conhecer novos amigos, sair mais, dançar mais... sorrir mais... Nossa como é bom dançar mais... sorrir mais!!! No começo foi amedrontador, conhecer pessoas, fazer novas amizades, afinal eu não queria ter que confiar em ninguém, eu não queria ter que precisar me relacionar com novas amizades, mas mesmo com medo eu fui, e quer saber? Fiz algumas amizades que se eu tivesse que viver tudo outra vez para que eu pudesse conhecer essas pessoas, com certeza eu o faria!!!!
Mas como nem tudo são flores, esse processo todo, que o outro está vivendo, têm afetado a minha recuperação pessoal, talvez, porque a minha assiduidade no grupo caiu, ou porque a drogadicção, tenha afetado minha vida, muito mais do que eu imaginava (talvez seja hora de voltar aos passos).

Nessa ultima semana tive duas recaídas de comportamento fortíssimas, que aliás, acabei descontando/ afetando quem nem tem haver com a minha co-dependência...
AMOR DESCULPA!!! MAIS UMA VEZ, DESCULPE-ME !!!
Percebi nesse feriado, que eu ainda tenho um medo absurdo de cair de volta, de afundar ou de cavar novamente um poço. E muitas vezes isso faz com que eu não viva as alegrias ou as dores da vida de forma completa, é como se fosse sempre uma meia alegria, ou um meio sofrimento, ou um meio aborrecimento ou um meio contentamento, como se dessa forma eu me resguardasse de não viver os extremos da vida e assim não correr mais o risco de me perder em algum desses extremos.
Sei que os extremos devem ser evitados, afinal quanto mais alto, mais dolorida a queda e quanto mais baixo mais difícil a subida, só ainda não sei quais os limites seguros, e por isso acho que acabei criando limites estreitos demais, e qualquer passo além desses limites estreitos me deixam em um estado de alerta absurdo, quase que desesperador (não desesperador demais, é claro! rs).
O que fazer? O que mudar? Onde mudar? 
Essas respostas eu não tenho, ainda! Mas o feriado me ajudou a perceber o que era necessário mudar, onde o sapato estava me incomodando, em que ouvido a jeripoca tava piando, onde a cobra tava fumando... então.... agora é mudar...  Devagar... com paciência e carinho por mim mesma, um dia de cada vez... um passo de cada vez... só por hoje!!!
Se ainda dói, talvez seja porque eu tenha esquecido de fechar alguma ferida em mim.

Boas 24hs Pessoal.... Amo Vcs!!!!

3 comentários:

Anônimo disse...

Tudo na vida são fases, como o conhecimento e aprimoramento.
Vivemos todos os dias em uma luta constante com nós mesmos, sendo assim é natural os surtos.

Entendo e sei que este processo de mudança é longo, sendo assim não existe motivos para não apoiar e não te amar.

Estou muito orgulhoso e muito feliz.

Te amo

APR

Registrando a Vida disse...

Chorei quando o li o post da Gui, chorei quando li o sei e chorei quando li o comentario do Anonimo
afffffffff
agora to rindo de tanto chorar

Palavras bem colocadas Cicie, eu ainda não sai do precesso de separação total, ainda tenho este panico de ve-lo cair novamente e pensar que é por minha causa.
A MINHA FIXA QUE ELE É RESPONSAVEL POR ELE AINDA NÃO CAIU.
Afffff
mas a vida segue e devagarinho eu derrubo essa fixa.
Um super abraço
e tamu junto

VALEU A PENA disse...

Cicei querida, você não poderia ter feito melhor, chorei com sua postagem, me balançou sabia? Adorei tb o comentário do anônimo e ri com o da nossa querida Registrando a vida...
Cicie, agradeço a Deus por ter conhecido vocês, mesmo que virtualmente, vocês me entendem porque falamos a mesma lingua, conhecemos a mesma dor...
Amo você!
Beijos

 

··¤(`×[¤Cicie e Ana¤]×´)¤··

"Insanidade é fazer as mesmas coisas, esperando resultados diferentes." Descobrimos que sozinhas não conseguiríamos, mas que com pessoas que buscam as mesmas vitórias, nos sentimos mais fortes,menos solitárias, e mais conectadas com nosso Poder Superior. Um dia de cada vez a gente junta um ano.

Free CSS Template by CSSHeaven.org TNB
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...I